Exemplo de sucesso: Prefeitura de Itabirito se torna referência para implantação de Ouvidoria no Sul de Minas

Exemplo de sucesso: Prefeitura de Itabirito se torna referência para implantação de Ouvidoria no Sul de Minas

Os bons resultados conquistados pela Ouvidoria Municipal de Itabirito transformaram o município em referência para a implantação da Ouvidoria em Guaxupé, no Sul de Minas Gerais. Representantes do município estiveram na Prefeitura de Itabirito na última quinta-feira, dia 9 de maio, para uma troca de experiências sobre o funcionamento do órgão. 

“A Ouvidoria é um canal fundamental de recebimento e busca de soluções para as demandas apresentadas pela população de Itabirito. Por meio do seu bom funcionamento, asseguramos a efetivação de direitos fundamentais dos nossos cidadãos”, destaca a subcontroladora Brunna Varela, responsável pela Ouvidoria Municipal de Itabirito. 

A comitiva do município de Guaxupé contou com a presença do secretário de Administração, Jair Bastos, e da ouvidora recém-nomeada, Mariana Perim. No organograma administrativo do município do Sul de Minas, a Ouvidoria será vinculada à Secretaria de Administração. 

“A Associação Mineira de Municípios - AMM nos apresentou Itabirito como referência no estado de Minas Gerais pela excelente atuação da Ouvidoria Municipal. Estamos na fase inicial da implantação da Ouvidoria em Guaxupé. Os dados compartilhados conosco e o aprendizado serão muito importantes nesse processo”, comenta o secretário de Administração. 

Prêmio de boas práticas 

Referência no estado, a Ouvidoria de Itabirito conquistou em 2022 o X Prêmio Mineiro de Boas Práticas na Gestão Municipal - eixo governança, promovido pela Associação Mineira de Municípios, com o projeto ‘Gerenciamento e Análise de Dados nas Ouvidorias Municipais’. 

Com a aprovação da Reforma Administrativa, a Ouvidoria de Itabirito encontra-se vinculada à Controladoria-Geral. “Muito nos orgulha o fato de a Ouvidoria ser apontada como referência. Nosso desafio é prestar, diariamente, um trabalho altamente qualificado e que aproxime a Administração Pública da população”, afirma a controladora-geral Daniela Orlandi.